A cozinha simples ... ... da megar [6] 72ª Edição

    • A cozinha simples ... ... da megar [6] 72ª Edição



      A cozinha simples ... ... da megar




      Apesar de viver em Luanda desde os 9 anos, não fui criada a comer banana pão (aquela banana grande, diferente da banana de mesa).

      A minha mãe cozinhou quase sempre seguindo os hábitos portugueses e só um ou outro prato angolano foi introduzido no nosso cardápio.

      Mas nos últimos anos tenho convivido mais de perto com os hábitos locais e um dos ingredientes muito utilizado é a banana pão - cozida, assada ou frita.

      Gosto de qualquer maneira mas há tempos lembrei-me de experimentar uma pequena variante. Estava a preparar uma massa para envolver beringelas às rodelas para fritar e perguntei-me: e porque não, fazer o mesmo com a banana? Fiz e gostei. Até fica com menos gordura e muito saborosa.

      Então, agora para vos mostrar, vou hoje fazer novamente para tirar umas fotos.

      É assim:

      Os ingredientes:


      1 banana pão
      5 a 7 colheres de sopa de farinha trigo (é demasiado mas eu já digo porquê)
      Um pouquinho de sal (eu cozinho com muito pouco sal)
      Leite q. b.
      1 ovo
      Óleo
      Salsa, manjericão, estragão, pimenta, noz moscada, cebola. (O equivalente a meia colherinha que está dentro da tigela de cada ingrediente)

      (Se tenho salsa e manjericão frescos, eu utilizo picando muito bem, caso contrário são mesmo desidratados que tenho sempre em casa. A cebola pico muito miudinha e só ponho o equivalente a uma rodela. Se faltar um dos ingredientes desde que não seja essencial, também ninguém morre por isso. E há quem utilize água em vez de leite). Tinha esquecido o leite na foto e tirei outra mas ficou tremida.



      Misturo tudo o que é seco e depois vou juntando leite até ficar creme. Depois ponho o ovo e bato um bocadinho até a massa ficar homogénea. Corto a banana às rodelas, mergulho na massa e ponho uma a uma a fritar em óleo em temperatura média.




      Depois retiro para cima de papel absorvente





      Mas sobrou um bocado de massa. Pois, essa massa ponho a fritar às colheradas e fica óptima, muito saborosa.


      O meu marido chamava-lhes fritas. Quando por vezes eu dizia que não sabia o que havia de fazer para o jantar ele dizia-me: faz fritas.

      Esta massa, eu utilizo também para as pataniscas de bacalhau, para fritar beringelas e para peixinhos da horta.

      E é bom para a criançada que anda sempre a petiscar doçarias. As fritas fazem menos mal.

      Bom apetite



      Nota: Não utilizei o Acordo ortográfico



      Redactor: megar
      Chefe de Redação: Alem da Lenda
      O Tempo pergunta ao Tempo
      Quanto Tempo o Tempo tem
      O Tempo responde ao Tempo
      Que o Tempo tem tanto Tempo
      Quanto Tempo o Tempo tem



      Eu não tenho inimigos, tenho fãs revoltados !!!


      Beta D J E My -KJ- Alpha NZDOM

      The post was edited 2 times, last by megar ().